Reunião da Mesa Diretora da Câmara Municipal volta a ser fechada à sociedade

Justificativa da presidência e da vice-presidência é que órgão tratará apenas de questões técnicas internas da Casa. Reuniões de líderes continuarão sendo abertas

Airton Goes airton@isps.org.br

Nos últimos dois anos, as reuniões da Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo foram realizadas sem nenhuma restrição à participação da sociedade, incluindo jornalistas e representantes de organizações que acompanham o trabalho do Legislativo paulistano. Essa prática, entretanto, foi alterada nesta quarta-feira (6/2) pelo novo presidente da Casa, vereador José Américo (PT).

Minutos antes do início do primeiro encontro do órgão na nova Legislatura, as pessoas que aguardavam a reunião foram comunicadas pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) que somente poderiam permanecer no local – Sala Tiradentes – aquelas oficialmente convidadas.

Ao chegar ao local, o presidente da Câmara Municipal, José Américo, confirmou que havia determinado que as discussões do órgão que dirige a Câmara Municipal fossem fechadas. “Preciso conversar com a Mesa e é uma conversa privativa”, afirmou.

Ele também determinou que a reunião não fosse transmitida pelo site da Casa, uma prática que havia se tornado comum no último biênio.

Explicações da presidência e da vice-presidência

Após a reunião, Américo explicou que as reuniões da Mesa Diretora serão fechadas porque deverão tratar apenas de questões técnicas. “Ao final de cada reunião, me colocarei à disposição para informar as deliberações e responder os questionamentos dos interessados”, argumentou.

O presidente da Câmara garantiu que as reuniões de líderes, onde são decididos os projetos que entrarão na pauta de discussões e votações, continuarão sendo realizadas de forma aberta à sociedade.

Para o vereador Marco Aurélio Cunha (PSD), 1º vice-presidente, as discussões sobre funcionários não devem mesmo ser abertas. “Chamar atenção publicamente de um funcionário é meio constrangedor”, justificou, antes de complementar: “São reuniões de trabalho, com pautas técnicas”.

A nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo é composta pelos seguintes vereadores:
José Américo (PT) – presidente
Marco Aurélio Cunha (PSD) – 1º vice-presidente
Aurélio Miguel (PR) – 2º vice-presidente
Claudinho de Souza (PSDB) – 1º secretário
Adilson Amadeu (PTB) – 2º secretário
Gilson Barreto (PSDB) – 1º suplente
Dalton Silvano (PV) – 2º suplente

Fonte: http://www.nossasaopaulo.org.br/portal/node/24196

—–

Comentários: Simplesmente inaceitável a posição da Mesa Diretora. O que é tão constrangedor que será tratado para que o cidadão não possa saber? São pautas técnicas, ótimo, o cidadão que se interessar deve ter acesso. Vou cobrar uma posição de cada integrante da mesa diretora sobre esta questão e volto para publicar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s