Equipe de Gabinete

Sobre a estrutura do gabinete, recebi que ainda não há uma estrutura muito fixa, mas abaixo temos o nome das pessoas e a forma como as equipes se organizam
A chefia é dividida entre a Mara e a Daiani e cada uma delas conta com uma equipe.
Mara Prado, chefe de gabinete; coordena a equipe politico parlamentar.
Ana Carolina – Assessoria de Imprensa;
Ludmila – Mídias Sociais;
Roberta – Assuntos Parlamentares;
Leonardo – Assuntos Parlamentares;
Ronaldo – Assessoria Jurídica.
Daiani Mistieri, coordenadoria geral executiva, coordena o nucleo de políticas públicas.
Mirna – Relacionamento com as empresas, ONGs;
Rangel – Mobilização;
Doroty – Meio Ambiente e Educação;
Serginho – Diversidade
Valdir – Interface com liderancas comunitarias
Administrativo:
Debora – Recepção e admininstrativo
Bete – Secretária e RH.
@rafascarvalho

Conversa com Ricardo Young (2) – Equipe do Gabinete

Continuando com a série sobre os temas abordados na conversa em 15/01/2013 com o vereador, quero fala bem rapidamente sobre a formação da equipe que compõe o gabinete.

Cada Gabinete dispõe de uma verba para o pagamento mensal pela mão-de-obra dos seus 18 assistentes parlamentares, que hoje é de R$ 106.452,03. Além desse montante, o vereador ainda dispõe de uma verba de R$ 17.287,50, conforme as Leis 13.637/03 e 14.381/07, para que o vereador possa custear despesas advindas das tarefas demandadas do mandato como serviços gráficos, correios, assinatura de jornais, deslocamentos por toda a cidade, materiais de escritório etc. – http://migre.me/cRyJR

Vejo este ponto como primordial, pois revela a importância que se dá ao mandato como um todo, e não somente à figura de poder que um vereador pode ter.

O primeiro ponto que o vereador me explicou, foi que a equipe não começou a ser formada agora, mas que ela vem do próprio processo eleitoral. Realmente percebi isso, pois muitos gabinetes ainda não estão funcionando dentro da câmara, ou ainda estão de forma muito inicial.

Um ponto relevante, que o próprio vereador levantou, foi que há sim uma expectativa de qualquer partido por cargos quando um parlamentar seu é eleito. Não foi negado que isso existe, mas o vereador quis mostrar que alguns pontos foram colocados como condicionantes para contratação de indicados pelo partido (PPS).

Boa parte da equipe foi escolhida pelo próprio Ricardo, percebi que já trabalham com ele há algum tempo. Para a “cota” do partido, Ricardo Young disse ter colocado algumas condições: tinham que acrescentar algo à equipe, e poderiam ser demitidos a critério do próprio vereador.

Com isso o vereador disse estar muito feliz com a equipe que montou. Eu solicitei a estrutura com os nomes e funções dos funcionários, assim que receber eu publico.

Minha percepção foi que a equipe formada esta bem alinhada e parece disposta a trabalhar. Como disse a eles, espero dar muito trabalho para eles para que eu possa fazer um bom acompanhamento do mandato. 🙂

@rafascarvalho