Opinião: Câmara Municipal a serviço de quem?

Depois de quatro sessões e duas semanas de polêmicas dentro da Câmara Municipal de São Paulo, foi aprovada ontem (03/09/2013) a homenagem à ROTA. Agora haverá uma sessão solene com coquetel para a homenagem.

Acho essa homenagem estapafúrdia, pois na minha opinião a ROTA é um símbolo que de a polícia militar existe para cumprir um papel de repressão à população pobre. Mas esta é uma opinião pessoal, e acredito que isso não seja o principal nessa discussão.

O ponto que queria discutir é a própria existência das homenagens dentro da CMSP. A quem serve? Qual o custo financeiro tem a cidade ao oferecer homenagens a grupos, cujo o maior interessado em homenagear é o próprio vereador proponente?

Há um acordo “histórico” dentro da CMSP onde cada vereador pode homenagear até 8 pessoas/grupos por mandato. Se cada um dos 55 vereadores utilizar a “prerrogativa”, serão 440 homenagens a cada 4 anos! Serei justo, nem todos os vereadores utilizam esse recurso.

Não seria interessante utilizar essa verba de homenagem para promover sessões deliberativas da CMSP no período noturno para que população realmente participasse? Poderia ser apenas a sessão de quarta-feira (onde “historicamente” acontecem as votações). Já tratei desse assunto e dei exemplos (veja aqui). Garanto que a participação do cidadão comum aumentaria, trazendo um resultado muito mais efetivo que qualquer campanha de publicitária promovida pela CMSP (e bem mais barato).

Mas não há interesse dos vereadores em discutir o tema. Qual o papel da chamada oposição, especificamente o PSDB, nisso tudo? Por ter feito em pedido regimental, o vereador Toninho Vespoli (PSOL) foi retaliado pelo PSDB que requereu a vaga cedida à PSOL na Comissão de Diretos Humanos. O mesmo PSDB que reclama tanto do PT na tribuna, mostra que não existe diferença entre eles. Todos querer o poder pelo poder. Simplesmente, e infelizmente, é isso.

@rafascarvalho

PS.: Em tempo, o vereador Ricardo Young votou contra a homenagem à ROTA

Toda a opinião expressada acima não reflete necessariamente uma posição conjunta do #AdoteUmVereador. É apenas uma opinião pessoal de um dos participantes da rede.
Anúncios

Homenagem à ROTA

Recebemos a informação pelo Adilson Martins que o Ricardo Young assinou o PDL de homenagem à Rota, questionado pelo Adilson, Ricardo disse que foi um erro a assinatura. Veja o documento assinado aqui.

Acompanhei a sessão que houve a discussão dessa Salva de Prata e o Ricardo se posicionou desde cedo contra.

Abaixo o esclarecimento postado em sua página oficial.

@rafascarvalho

— Via Ricardo Young

Esclarecimento sobre minha assinatura para salva de prata da Rota

Inadvertidamente, li apenas as linhas gerais do requerimento para tramitação do projeto que concede salva de prata à Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) e, portanto, assinei-o sem ter conhecimento da sua justificativa. Foi um erro, pois sou contra a homenagem.

Assim que tomei conhecimento da justificativa para a homenagem, referindo-se ao desempenho da Rota no período da Ditadura Militar que tanto nos envergonha, tomei imediatamente a providência de me manifestar em plenário contra a medida. Está disponível o áudio do meu discurso naquela oportunidade:

https://soundcloud.com/ricardoyoungvereador-1/sessao_plenaria_2603-wav

Direto do Plenário – 27/03/2013

Acompanhei o debate sobre a homenagem à ROTA. Foi no mínimo interessante. Sobre os projetos aprovados de “baciada” vocês podem ver a lista aqui: http://goo.gl/t4UQG

Falando sobre ROTA e a bancada militar na CMSP, entre os projetos aprovados, este ainda em 1ª discussão, foi a divisão da Comissão EXTRAORDINÁRIA PERMANENTE DE DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS, CIDADANIA, SEGURANÇA PÚBLICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS em Comissão Extraordinária Permanente de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania e Relações Internacionais e Comissão Extraordinária Permanente de Segurança Pública, justamente para evitar confrontos maiores e garantir que a bancada militar tenha sua vaga na Comissão de Segurança. APROVAÇÃO SIMBÓLICA.

@rafascarvalho

— Via Ricardo Young

No Direto do Plenário de hoje falei sobre Programa de Metas, Comissão da Verdade entre outros assuntos.